beatles5.jpg (10134 bytes)
Música de fundo: Girl (MP3) 2,4Mb

logo.gif (13409 bytes)

Nossa intenção não é a de fazer uma página dos "Beatles". Apenas vamos colocar nesta home-page, algumas fotos de nosso acervo, artigos e curiosidades enviados por nossos colaboradores.

Agora e sempre com vocês ...

beatexch.gif (14236 bytes)

 

lennon2.jpg (10168 bytes)
Dezembro de 2000

Liverpool fica no lado esquerdo da Inglaterra, logo depois da reentrância do mapa que é chamada País de Gales, Liverpool olha de seu canto para a Irlanda e, além dela, para a América. Em Liverpool vivem muitos irlandeses e galeses. Dizem que os irlandeses são espirituosos e que os galeses são bons cantores.
Em 1830, foi iniciada em Liverpool a primeira ferrovia de passageiros e, dez anos mais tarde, a companhia de navegação Cunard Steam-Ship Company  lançou os primeiros transatlânticos do mundo.
Liverpool ainda tem a sua aparência do século dezenove. Todos os edifícios públicos do centro têm aquele aspecto de grandeza clássica tão admirado pelos vitorianos.
Do "outro lado da água", em Liverpool, quer dizer as pessoas que moram do outro lado do Mersey, em Cheshire, lugar de grã-finos. Nenhum de nossos heróis vivia em Cheshire.
Liverpool é o lugar de origem dessa banda que passamos a recordar.


Beatles em 1964

A história começou em Liverpool, uma cidade portuária inglesa. Paul McCartney encontrou John Lennon em 1957. Lennon liderava a banda Quarrymen e Paul juntou-se ao grupo. Era a época do Cavern Club, onde não era permitido tocar rock'n'roll. Em 59, McCartney levou para a banda um guitarrista. Seu nome: George Harrison.

No ano seguinte, os Quarrymen conseguiram o baixista Stuart Sutcliffe. A banda chamava-se Johnny & The Moondogs. Pintou uma excursão e o empresário pediu que o grupo mudasse de nome. Alguém sugeriu The Beetles, mas Lennon sutilmente alterou a grafia para The Beatles, com A, para associar os rapazes ao movimento Beat. Ainda viria um baterista, Pete Best.

Daí pra frente a história é conhecida: Best saiu, entrou em seu lugar Ringo Starr. Sutcliffe, apaixonado por uma loira alemã, saiu da banda e ficaram os quatro cavaleiros do Rock'n'Roll. A partir daí só deu sucessos. O segundo compacto veio com Please, Please Me, também de Lennon e McCartney. I Want to Hold your Hand, o compacto de 64, ficou entre as mais ouvidas nos Estados Unidos por várias semanas.

A Hard Day´s Night, o primeiro filme dos Beatles, foi outro arraso e levou para o primeiro lugar das paradas a música título. O segundo filme, Help, gerou um LP que teve incluída uma música gravada sem a participação de todos os Beatles. Paul McCartney acompanhou-se ao Violão, colocou um quarteto de cordas e entregou ao mundo Yesterday.

Em 66, os Beatles eram mais famosos que Jesus Cristo, como afirmou Lennon em entrevista. O Beatle pediu desculpas na TV americana pela afirmação e seguiu adiante. Em 67, o grupo lança uma canção que influenciou músicos em todo o mundo: Strawberry Fields Forever.

Os Beatles fazem então a primeira apresentação mundial via satélite. Cantaram para 400 milhões de pessoas All You Need is Love. O fim estava próximo. Let it Be é uma marca da dissolução da maior banda de rock de todos os tempos.

ALGUMAS FOTOS
camera.gif (11910 bytes)
clique aqui
ENVIE-NOS A SUA TAMBÉM !


Fatos & Curiosidades

johnemae.JPG (11943 bytes)

John aos oito anos de idade,
em companhia de sua mãe, Júlia.

Júlia foi internada no Maternity Hospital de Oxford Street para ter seu bebê. Ele nasceu durante um grande ataque aéreo, no dia 9 de outubro de 1940, às seis e meia da tarde e passou a se chamar John Winston Lennon. Winston foi o resultado de um impulso momentâneo de patriotismo. Sua tia Mimi, que viu o bebê, vinte minutos depois de ter nascido, escolheu o nome John.

 

john9anos.JPG (11792 bytes) paul9anos.JPG (3853 bytes)

 

 

 

 

 

John e Paul
aos
9 anos de idade

quarrymen.JPG (17221 bytes)

"O rock era a música que excitava todos os adolescentes. Elvis era o cantor excitante, cantando as canções excitantes.
"Nada me influiu realmente, até o aparecimento de Elvis", diz John.

A foto mais antiga dos Beatles como conjunto, nesta época chamados "The Quarrymen", tirada em 1956 numa festa de igreja em Liverpool.
Ao lado esquerdo, de casaco, está Paul. John está cantando ao microfone. George só entrou para o conjunto em ano mais tarde e Ringo só entrou para o grupo em 1962.

beatles1963.JPG (27087 bytes)

Houve tempo em que existiam tantos conjuntos em Liverpool, que a gente chegou ao ponto de tocar uns para os outros.
Era uma comunidade, de certa forma, constituída de grupos. Isso era muito bacana.
Assim, as gravadoras vieram e principiaram a contratar conjuntos. E a coisa deixou de ser tão amistosa. Alguns conseguiam alguma coisa, outros nada.

FOTO OFICIAL
1963

silverbeatles.JPG (15063 bytes)

Os Beatles, nesta época chamados "Silver Beatles", na audição dada em 1960 para Larry Parnes. Esta audição levou ao primeiro compromisso inteiramente profissional do conjunto - uma tornée de duas semanas como conjunto de acompanhamento pelo norte da Escócia.
À esquerda está Stu Sutcliffe que havia acabado de entrar para o grupo. Nesta época ele mal conseguia tocar guitarra-baixo e é por isso que está tentando ficar de costas para a platéia. John, Paul e George estão em primeiro plano.
O baterista, parecendo muito chateado, é Johnny Hutch, que ocupou o lugar no último minuto porque o conjunto chegou sem baterista.

merseybeat.JPG (14513 bytes)

Os Beatles, de volta de Hamburgo e com seus novos penteados, são eleitos como o conjunto mais popular pelos leitores do "Mersey Beat", um jornal dedicado à música popular e que apenas começara a circular.
Apesar desta fama toda, o sobrenome de Paul está escrito errado.

brianepstein.JPG (4072 bytes)

Brian Epstein

Ele se tornou o primeiro
empresário dos Beatles em
Dezembro de 1961

 


COVER DOS BEATLES

Clique Aqui

CLIQUE NA FOTO E CONHEÇA O WEBSITE DESTA BANDA.


NOTÍCIAS QUE CHEGAM:

A primeira vez dos Beatles nos EUA
hbn@correiodabahia.com.br
Hagamenon Brito

Os Beatles desembarcam em Nova York, em 7 de fevereiro de 1964, e viram mania mundial: o DVD "The first U.S. visit" mostra tudo *Foto: Divulgação

Sabe a última dos Beatles? Pois é, a galinha de ouro que é a memória da mais famosa banda de rock da história não pára de pôr ovos dourados. Celebrando os 40 anos da primeira viagem dos Beatles aos EUA, sai o DVD The first U.S. visit (Apple/EMI). O documentário de 81 minutos, com legendas em português, inglês, francês, alemão, espanhol e holandês, lembra a aventura.

Em um tempo em que o marketing engatinhava no show business e Andy Warhol (1926-1987) ainda não havia dito a sua frase profética ("No futuro, todo mundo será mundialmente famoso durante 15 minutos"), The Beatles desembarcaram no Aeroporto Kennedy, em Nova York, em 7 de fevereiro de 1964, sem ter noção do que os esperava na América: multidões de teenagers histéricas.

Os garotos ingleses de Liverpool já faziam sucesso em vários países da Europa, mas nos EUA, a terra da indústria pop e o maior mercado fonográfico do mundo, ainda eram desconhecidos. Ringo Starr fala da preocupação que eles tinham com relação aos EUA na essencial autobiografia The Beatles - Antologia (2001), editada no mercado nacional pela cuidadosa Cosac e Naify.

"George era o único que estivera nos EUA. Ele visitou lojas e ninguém tinha escutado os discos dos Beatles. George voltou dizendo que tudo seria bem difícil nos EUA". Lennon completa: "Eu sabia que nosso empresário havia acertado de a gente tocar no Ed Sullivan Show, mas estávamos pensando apenas em comprar discos, ouvir sons. Foi tudo surpreendente. Ficamos embasbacados".

Durante o vôo, o grupo ficou sabendo que I want to hold your hand chegara ao topo da parada de singles nos EUA: estava aberta a porta da América - e do planeta. A viagem de 15 dias abriu também as portas do mercado americano para o poperock britânico: só em 1964, 22 semanas do ano tiveram grupos ingleses liderando a lista dos mais vendidos nos Estados Unidos.

Assistir The first U.S. visit é delicioso e nostálgico. Lennon, George, Ringo e Paul eram garotos na casa dos 20 anos que ainda não tinham dimensão do que seriam... A relação imprensa-astro pop era ingênua... Os EUA encontravam um alívio para a dor provocada pelo assassinato de Kennedy... As roupas, os cortes de cabelos, os carros, tudo tão, digamos, marciano!

Inspiração para o cinema - Originalmente exibido nas tevês dos EUA e da Inglaterra, em 1964, como um especial de 40 minutos, o filme teve sua fotografia em preto-e-branco granulada e o som remasterizado para a versão atual (de 81 minutos). O DVD inclui ainda um making of de 50 minutos e uma entrevista com Albert Maysles.

O trabalho que Albert e o irmão David fizeram merece elogios até hoje. Os dois acompanharam os Beatles com um olhar tão íntimo e irrestrito que o documentário acabou servindo de inspiração para o primeiro longa-metragem que Richard Lester fez com a banda, A hard day''s night (Os reis do iê-iê-iê), no mesmo ano.

As cenas incluem imagens dos artistas (ainda toscos como músicos) nos camarins, clubes, hotéis e coletivas de imprensa, enquanto viajavam por N.Y.C, Washington e Miami. E não faltam as lendárias performances no Washington Coliseum e no programa Ed Sullivan Show, quando os Beatles foram vistos por 73 milhões de espectadores. Ah, como essa tal de cultura pop é importante para se compreender melhor a história contemporânea!

 

FICHA:

DVD: The first U.S. visit

Artista: The Beatles

Direção: Albert e David Maysles

Lançamento: Apple/EMI

Preço: R$44 (em média)

 

FOTOS E ARTIGOS

Fonte: "A vida dos Beatles" - a única biografia autorizada
(Hunter Davies)

Pelo fato de não termos condições de saber se alguma foto enviada por colaboradores possui direitos reservados, solicitamos, neste caso,  que seu autor entre em contato conosco para que a retiremos do ar imediatamente.

Envie sua colaboração. Teremos o maior prazer em colocá-la em nossa página.
Corrija-nos, caso verifique alguma coisa errada.

email01.gif (2943 bytes)